29 novembro 2005

Impressões sobre o Ubuntu 5.10

Após meses de espera dos Cds do Ubuntu, os danados chegaram, eu não acreditava que vinha, mas chegaram, aproveitando a oportunidade, pedi mais 50 para poder dar aos meus amigos, inimigos, conhecidos, desconhecidos, parentes e etc.

Resolvi fazer um teste pelo CD Live, mas como o processamento é um pouco lento pelo CD, resolvi fazer a instalação. A instalação do Ubuntu exigiu um pouco mais de tempo, por estar acostumado a instalar o Kurumin e o Kalango, sofri um pouco no início da instalação. Resumindo, perdi meu Windows XP (graças a Deus) e todos os meus arquivos importantes que eu tinha em minha NTFS.

No primeiro boot do Ubuntu, gostei do que vi, uma inteface agradável, apesar de eu não ser muito adepto ao Gnome (questão de gosto). Mas como o Gnome vem sendo usado por muitos,resolvi experimentar, tive um pouco de paciência e fui personalizando aos poucos, e em pouco tempo eu já estava totalmente Gnomatizado.

Mesmo assim, mais porventura do que necessidade, resolvi instalar o KDE em meu Ubuntu. A princípio tive algumas dificuldades, pois ele não reconheceu o idioma pt_br, mas o problema foi resolvido instalando o devido pacote, removendo a pasta .kde e dando um boot no kdm.

O mais incrível de tudo, que após o boot do KDM, a tela inicial já tinha mudado, mostrando-me uma tela bastante agradável com o nome KUBUNTU com umas cores bem atraentes. Digitei meu nome de usuário e senha e ele me trouxe um Ksplash bem bonitinha do Kubuntu (legal).

Abri o navegador, e como minha ADSL é via modem roteado (Dlink 500G), a internet já estava funcionando na boa, procurei meu mensageiro instantâneo e vi que o Ubuntu só traz o GAIM como opção. Então fui atrás de instalar o novo Amsn, e em pouco tempo tudo funcionando as mil maravilhas.

Fui correndo agora para o site da radio UOL ouvir minhas músicas favoritas, e tive algumas dificuldades, tive que instalar o Mplayer e seus derivados para o perfeito funcionamento das rádios, também tive que remover o plugin do Totem da pasta Plugins do Firefox. Como a rádio estava funcionando e decidi ir ao site da Apple para ver os trailers dos lançamentos na telona e pum.. Tudo funcionando no mais perfeito estado, que maravilha.

Como eu tinha locado uns filmes e estava sem dinheiro para pagar, resolvi entrar no site do Banco Bradesco para ver meu saldo (que vergonha), o teclado virtual não funcionou. Pois eu tinha que instalar o plugin Java J2RE 1.5 para funcionar em conjunto com o Firefox, mas nada que o Google não tenha resolvido como sempre. E lá estava eu na minha conta, vendo meu saldo no Ubuntu, sem medo nenhum de um keylogger ter captado minha digitação.

Fiz mais algumas modificações em meu Ubuntu, coloquei a Angelina Jolie como Papel de Parede, hehehe, e agora me sinto totalmente confortável, com esse sistema estável, fácil utilização, fácil adaptação e personalização.


Conclusões:

Quando resolvi escrever esse Artigo, eu já tinha duas ou mais semanas de utilização, esperava que com essas duas semanas eu encontrasse alguns bugs, até encontrei, mas todos eles são de fáceis resolução, é claro com um pouco de paciência e muito gooooooooooogle.

Minha conclusão final é que o Ubuntu ainda não está realmente pronto para o usuário final, assim como todas as outras distros que testei, pois algumas configurações exigem um pouco mais de conhecimento do usuário, e como usuários do Sistema da Microsoft não procuram se informar muito sobre o funcionamento de um Sistema Operacional, eles teriam várias dificuldades em usar o Linux, independente da distro.

Mas entre todas as distros testadas, o Ubuntu é o que mais se adequou as minhas necessidades, e é a que eu venho utilizando ultimamente. E como eles lançam uma nova versão a cada seis meses, aposto que as próximas virão muito adultas, certamente ele amadurecerá muito, tornando-se a distro mais utilizada no mundo.

3 comentários:

Marcus VBP 10:59 PM  

Retribuindo o comentário. também gostei do seu texto. espero que tanto o seu quanto o meu texto anime muitas pessoas a experimentarem o ubuntu ou outras distribuições do linux.

Júlio Monteiro 10:53 AM  

Muito legal o texto! Vou até linkar ele no meu blog :)
Abraços!

Monthiel 11:27 AM  

Obrigado pelos coments, eu estou simplesmente adorando o Ubuntu, não troco mais por nada.. não por enquanto, pq daqui a seis meses, tem atualização néh..rs.

Postar um comentário

Deixe seu comentário, fique a vontade
Comentários anônimos serão apagados
Divulgue esse blog, assine nosso feed

About This Blog

Ultimos Artigos

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP