02 maio 2006

Fluxbox no Ubuntu

Pessoal, com o intuito de reduzir o consumo de memória de minha máquina que é um pouco judiada, resolvi instalar o Fluxbox. Com ele posso afirmar a você que o consumo reduziu em 50%, deixando o computador muito mais rápido; toda a instalação, programas auxiliares, etc... foram instalados via Synaptic.

Obs.: Feito no Ubuntu Dapper Drake 6.06. Não testei em outras versões.

Veja lista:
Fluxbox, Fluxconf, Eterme, Gkrellm, iDesk e aDesklet.

Todos esses acima foram instalados pelo Synatic, ou seja, você também poderá instalar via sudo apt-get caso prefira.

Abaixo a lista dos arquivos de configuração:
~/.fluxbox/menu - Para adicionar/remover programas ao menu. (quando clica com o botão direito no desktop);

~/.ideskrc - Arquivo de configuração dos ícones da área detrabalho.

./weatherforecast.py - Arquivo de configuração do tema do aDesklet

~/.fluxbox/init - Arquivo de configuração do fluxbox, onde você poderá aplicar transparências, aumentar o tamanho da barra de tarefas, etc.

bom, então é isso, para uma compreensão completa, recomendo a leitura desse excelente passo-a-passo de como fazer. Claro, nele é usado a linha de comando, mas no Ubuntu não precisa, é tudo pelo Synaptic mesmo. Que maravilha!
http://www.vivaolinux.com.br/artigos/verArtigo.php?codigo=4095&pagina=1


Abaixo screenshots...
Free Image Hosting at www.ImageShack.usFree Image Hosting at ImageShack.us
Free Image Hosting at www.ImageShack.usFree Image Hosting at www.ImageShack.us

6 comentários:

Antoine,  12:15 AM  

Tenho um PC bem razoável pra rodar os ambientes gráficos pesados atuais mas, desde que conheci os *box passei a usá-los tanto como uso o KDE; acho muito lindo e facilmente personalizável, além de levíssimo para poder incrementar com karamba e tudo mais. Haha da hora o nome que vc colocou pra janela do terminal! Gostei dos 2 últimos screenshots, nos 2 primeiros não gostei da fonte que vc usou no desktop, e o primeiro já tinha visto no FGDH :). Fiquei muito feliz de aparecer neles, valeu pela consideração! Tõ só esperando meu futuro sistema definitivo, que vai deletar definitivamente o Windows daqui (SUSE 10.1) para deixar meu Linux bem do jeito que gosto.

[]'s

Anônimo,  6:37 AM  

Ola tudo bem? muito boa a dica...
bom, nao sei se voce conhece, mas tem um programa chamado: gtk-chtheme, dá para voce escolhe os temas GTK usando outro gerenciador, ai o Gaim etc... fica com o tema que quizer, ainda que fica muito mais bonito o visual, ok?
Abracos, fique com Deus

bardo 12:29 PM  

Meu ambiente de estimação desde muito tempo é o WindowMaker, conhecem? Nunca me adaptei às caixas, mas já usei o IceWM por um bom tempo. Este, em especial, recomendo para quem está acostumado a Windows e quer um ambiente leve em GNU/Linux: é muito bom. Afinal, Fluxbox e WindowMaker são leves em recursos, mas pesados em conceitos para quem não está acostumado...

RodrigoSol 3:45 PM  

Qual a configuração desta maquina que você usou?

Monthiel 6:13 PM  

Cara,

Tenho um Celeron 1.7, 256 de RAM e 20gb de HD.. fraco, fraco...rs.r.s

Abraços

Jarbas Peixoto Júnior 9:07 PM  

Cícero, muito legal essa investida no Fluxbox. Sempre utilizei o KDE e hoje estou com o GNOME por força do Ubuntu (já instalei o KDE também, mas o GNOME foi muito melhorado pelo time de desenvolvimento - principalmente no Dapper 6.06).

Você disse que pode ser feito pelo Synaptic ou pelo apt-get. Sugiro que edite seu texto e acrescente para os usuários mais leigos essa alternativa. Isso irá facilitar muito a vida dos usuários do Ubuntu.

A comunidade agradeçe!

Parabéns.

Postar um comentário

Deixe seu comentário, fique a vontade
Comentários anônimos serão apagados
Divulgue esse blog, assine nosso feed

About This Blog

Ultimos Artigos

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP