09 maio 2006

Quanto vale seu computador?

Lendo a Info-Exame desse mês me veio a pergunta: Quando vale o seu computador? Vocês sabem? aposto que não fazem a mínima idéia. Então vamos lá.

Obs.: Os dados abaixo são da revista Info-Exame (Edição número 241 - Abril - 2006 ), se não acreditarem, sugiro uma lida na revista.

Abaixo uma lista resumida dos programas mais vendido esse mês:
1 - Windows XP Pro - R$ 799,00

2 - Norton Antivirus 2006 - R$ 249,00

3 - Norton Internet Security 2006 - R$ 109,00

4 - Office 2003 Pro - R$ 1699,00

Total: R$ 2856,00

(Só o básico para se trabalhar com Windows)
Como puderam ver, acima citei apenas os 4 primeiro da lista. Mas posso afirmar que o sexto, setimo, nono e décimo lugar também são produtos para segurança. Será porquê!?

Agora, vendo o total acima fico me perguntando: Quanto vale o meu computador que não tem nenhum desses instalado?
Fica difícil saber quanto eu gastaria para "ter" um computador funcionando com o Sistema Operacional da Microsoft, afinal, todos esses acima teriam que ser adquiridos, e claro, jamais instalaria uma versão PIRATA, já que numa empresa seria inviável.

O impressionante é que se você tiver um computador e queira mantê-lo funcionando perfeitamente sem gastar nenhum "téco" dessa dinheirama toda é muito fácil, pois, na mesma edição eles colocaram uma matéria (de 2 páginas) intitulada: “Sem medo do Linux”, com os 12 passos da instalação/configuração do SUSE 10.
Achei injusto, pois, na página 93 fazem apenas um pequeno comentário sobre o Ubuntu: “O Ubuntu vem ganhando espaço como opção amigável do Linux, com bons motivos”.
Porquê não colocaram uma matéria de 2 páginas ensinando a instalar o Ubuntu, falando que o mesmo pode ser adquirido de graça, que é fácil, que é estável, que tem uma comunidade enorme querendo ajudar, etc.
Mas tudo bem, o jeito é continuar fazendo a nossa parte, divulgando cada vez mais essa distribuição maravilhosa, para evitarmos o absurdo mostrado acima, jogando esse monte de dinheiro fora.

Faça sua parte!

7 comentários:

Eduardo Vanuzzi,  12:49 AM  

Cícero...
Faço parte da lista, e estava lendo o Planeta e vi seu post. Assino a INFO, mas ainda nao tive a oportunidade de lê-la. Quanto ao seu post, o que posso dizer é que o que podemos fazer é encher a caixa postal da INFO para que facam uma materia grande com o Ubuntu... de repente ateh materia de capa! Quem comanda o SUSE deve ter forcado ($$$) para sair essa materia logo depois da outra materia que voce comentou dos custos com seguranca... porque influencia na troca! "Maos à obra"... e ao e-mail tambem! :)

Anônimo,  8:47 AM  

Oi, sou usuário de Ubuntu (lá na minha casa) e também me assusto com os preços dos programas. Mas já que você citou o contexto de uma empresa, lembre que normalmente o custo não é esse: as empresas compram em quantidade e esses caríssimos programas saem pela metade do preço.

(não que isso os deixe baratos, mas enfim...)

Abraço,
Cristiano Canguçu

sergiotucano 8:49 AM  

Tranqilo ?

Sendo SUSE ou Ubuntu o importante é ser divulgado nessas midias o nome do Software Livre.

Não importa muito se estão divulgand o nome da SUSE, do Debian, da Red Hat ou do Slack.

Sei que a INFO já fez grandes matérias sobre SL e uma matéria muito boa foi sobre o google, matéria de capa.

A info é bem focada em negócios se você quiser poderia sugerir para eles uma matéria sobre o Ubuntu focado em alguma coisa bem lucrativa que ele participa...


Mas monthiel não fique achando injusto, injusto seria se eles nem falassem do GNU/Linux.

FALOW !

Adam Victor Nazareth Brandizzi 4:04 PM  

SuSE é perfeito para quem quer usar um SO Linux diretamente: é milimetricamente bem feito, simples e prático. O Ubuntu já é, de longe, o melhor SO Linux para quem quer ir ao fundo com Linux. Dado isto, acho muito natural a escolha da INFO pelo SuSE. Eu mesmo, embora prefira de longe Ubuntu (se, claro, naõ estiver disponível Debial :p), sempre recomendo SuSE a iniciantes e empresas.

Monthiel 10:08 PM  

Realmente o Suse é uma distribuição muito boa. Já tive a oportunidade de testá-la, mas somente via VMWare..rsrs.
Fico com meu Ubuntu mesmo.
Poderíamos mesmo fazer um bolão de e-mails e mandar para a info exame para que lançem uma matéria sobre o Ubuntu... seria ótimo

Lucas Arruda 10:26 PM  

Interessante seu post.

As vezes a pirataria é tão grande que as pessoas esquecem que de algum modo ou de outro elas estão pagando e muito caro pelo software.
As pessoas não se dão conta de como os software pode ser tão caro, muito apenas pirateiam, outros pagam indiretamente, quando compram seu computador.

De certo modo, estamos todos pagando com um preço, até mesmo quem usa o software livre, que muitas vezes paga com seu próprio esforço. A maioria das vezes o custo vem com a mão de obra, que pode ser até você, quando pesquisa no Google, aprender a mexer com o software novo. Tudo tem custo.

Todavia, temos que lembrar que como o modelo colaborativo é mais inteligente e há uma tendência forte para a migração de sistemas para ele. Temos diversos exemplos, até mesmo dentro de grandes companias, pois no fundo isso as favorece, pois com um uso de um produto deles há ganhos para os mesmos, seja pelo fato de estarem te dando uma versão limitada, ou de estarem te acostumando a usar esse programa (somente), ou até por outros produtos da empresa estarem vinculados ao mesmo.


Eu acho que devemos abrir nossa cabeça. Não sermos extremistas nem fechados a um modelo. Não sermos capitalistas demais nem radicalistas, achando que tudo tem que ser de graça. Eu com certeza ajudo, mas por outro lado ganho conhecimento e acabo convencendo outros a ajudar, e no fim estou me ajudando novamente, pois preciso da ajuda de outros. Acho esse modelo bem interessante, mas que não fiquemos presos à ele, assim como a Microsoft faz muito com seu modelo, pois até mesmo ela está mudando suas políticias.

Vamos ajudar e ser ajudados. Vamos ajudar que seremos ajudados!


Ah, e se você acha que um software vale um certo preço ou então que ele merece uma contribuição de uma quantia por sua parte (ou até mesmo outro tipo de ajuda), não pirateie, nem use ele sem ter o direito de usar, ajude-o... faça as coisas do modo certo.

Anônimo,  11:09 AM  

Lendo esses posts, acho muito legal que acontece. Disputas sobre distros e não sobre SO. A principio tem de se estimular o usuario a usar Gnu/Linux, não necessariamente " obriga-lo ", não entendam mal, a usar essa ou aquela distro. Acho importante não desmerecer nenhuma distro, pois a grande vantagem do Gnu/Linux é essa," diversidade ".
Eu mesmo ja testei varias e não desmerço nenhuma, todoas tem suas vantagens e desvantagens.
Finalizando, a grande vantagem do Gnu/Linux é o " poder de custumiza-lo " e deixar do jeito que se quer ou necessita, ou seja, como uma luva. :)

Isso é meu ponto de vista, isso é minha verdade, pode não ser a de voces...

Um abraço Alexandre < lexemail@terra.com.br >

Postar um comentário

Deixe seu comentário, fique a vontade
Comentários anônimos serão apagados
Divulgue esse blog, assine nosso feed

About This Blog

Ultimos Artigos

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP